Proteção de Dados

Pagar o resgate de um ciberataque não é uma boa estratégia para a recuperação de dados de pacientes

Quando seus dados são usados como moeda de troca por cibercriminosos, a última coisa que você quer e deve fazer é pagar o resgate de um ciberataque. Mas infelizmente, é exatamente isso que algumas instituições de saúde fazem para recuperar seus dados.

Essa não é a melhor estratégia, pois não apenas coloca dados de pacientes e sistemas de saúde em risco, mas também incentiva os criminosos a continuar seus ataques. De fato, existem muitas maneiras de recuperar dados de um ataque cibernético, portanto, pagar o resgate de um ciberataque deve ser seu último recurso.

Continue a leitura até o final e entenda melhor os riscos associados ao ataque cibernético no setor de saúde e ao pagamento do resgate.

Ransomware criptografa os dados de pacientes e, em seguida, exige o pagamento de resgate de um ciberataque para instituições de saúde

Se seu hospital ou clínica médica se tornar uma vítima de ransomware, há algumas coisas que você NÃO deve fazer:

  • Não pague o resgate de um ciberataque;
  • Não tente descriptografar os dados sozinho (isso pode danificar seus arquivos além do reparo);
  • Não exclua o ransomware (isso impossibilita a recuperação de seus dados).

Em vez disso, você deve se concentrar em restaurar seus dados de backups ou usar um software de recuperação de dados. Existem vários programas de software de recuperação de dados respeitáveis ​​disponíveis que podem ajudar sua instituição médica a recuperar os dados sem pagar o resgate de um ciberataque.

Por que não pagar o resgate de um ciberataque?

Pagar o resgate de um ciberataque não é uma boa ideia por vários motivos:

— Coloca seus DADOS em risco: não há garantia de que os criminosos realmente lhe darão a chave de descriptografia assim que receberem o pagamento. Na verdade, houve muitos casos em que as vítimas pagaram o resgate apenas para descobrir que seus dados ainda estão criptografados;

— Coloca seus SISTEMAS em risco: ao pagar o resgate, você está essencialmente dando aos criminosos acesso aos seus sistemas. Isso pode levar a novos ataques e comprometer ainda mais seus dados;

— Incentiva mais ataques: se as instituições médicas continuarem a pagar resgates, isso apenas incentivará os criminosos a realizar mais ataques cibernéticos.

Além disso, ao pagar o resgate de um ciberataque, você está essencialmente admitindo que foi hackeado e isso pode ter consequências legais. Se as informações de seus pacientes ou colaboradores forem criptografadas, você também poderá ser responsável por violações de dados previstas em legislações como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

 

 

Como prevenir ataques de ransomware e evitar o resgate de um ciberataque

Prevenir ataques de ransomware e consequentemente o pagamento de resgate de um ciberataque é essencial para manter dados de pacientes e colaboradores seguros. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a fazer isso:

  • Use um software antivírus confiável e mantenha-o atualizado. Isso ajudará a bloquear os ransomware antes que ele possa criptografar seus dados;
  • Tenha cuidado ao abrir anexos de e-mail ou baixar arquivos. Só abra anexos de e-mail de fontes confiáveis ​​e verifique os arquivos para ver se eles são seguros antes de baixá-los;
  • Faça backups regulares de seus dados. Ter backups de seus dados significa que, mesmo que você seja vítima de um ataque cibernético, você ainda poderá recuperar seus dados. Certifique-se de fazer backups regulares de todos os seus dados importantes e mantenha-os em um local seguro fora do alcance dos criminosos;
  • Adote uma infraestrutura de segurança que possa reduzir o risco de ataques cibernéticos. Infraestruturas de segurança como firewalls e soluções de detecção e prevenção contra invasões podem ajudar a impedir que os criminosos ataquem seus sistemas.

A cibersegurança de sua empresa com proteção de dados em tempo real, com criptografia segura

O CipherTrust é a solução ideal contra ataques de ransoware. De forma simples, abrangente e efetiva, a solução CipherTrust oferece recursos para proteger e controlar o acesso a bancos de dados, arquivos e containers — e pode proteger ativos localizados em nuvem, virtuais, big data e ambientes físicos. 

Com o CipherTrust, é possível proteger os dados de sua empresa e tornar anônimos seus ativos sensíveis, garantindo segurança para sua empresa e evitando problemas futuros com vazamento de dados. 

E-VAL Saúde, uma empresa do Grupo E-VAL

A E-VAL Saúde é a pioneira em Assinatura Digital e a única com foco 100% na área da saúde. Nossas soluções são totalmente customizadas para hospitais, clínicas, laboratórios e operadoras. 

Nosso portfólio de produtos oferece diversos benefícios, entre eles: assinatura digital dos prontuários do paciente atendendo todos os requisitos legais, redução de custos, alto desempenho e a eliminação definitiva do papel com o prontuário eletrônico do paciente de saúde.

A E-VAL Saúde é uma empresa do Grupo E-VAL que há mais de 11 anos oferece tecnologia que transforma a área de saúde, especializada em transformação digital, eliminando papel em hospitais, clínicas, laboratórios e operadoras, assim como na proteção de dados para este segmento.