Uncategorized

Cresce o número de hospitais com armazenamento em nuvem, saiba as vantagens

Os termos computação e armazenamento em nuvem não são novos no setor de saúde. O uso da tecnologia da nuvem aumentou a uma velocidade vertiginosa nos últimos anos. De acordo com a consultoria ResearchAndMarkets.com, o mercado global de tecnologia em nuvem na área da saúde deverá se expandir em US$ 25,54 bilhões entre 2020 e 2024. 

Esse cenário, aquecido principalmente pela crise global sanitária que vivemos nos últimos anos, combinado com mudanças nas expectativas dos pacientes, elevou a tecnologia à vanguarda não apenas para melhorar o atendimento ao paciente, aumentar a eficiência e reduzir o desperdício, mas também garantir a segurança de seus dados. Tudo isso exige um aumento nos serviços de armazenamento em nuvem no setor de saúde.

Para pacientes e médicos, os benefícios do armazenamento em nuvem na área da saúde geralmente andam de mãos dadas. Custos reduzidos, maior privacidade e melhor atendimento ao paciente por meio de cooperação e interoperabilidade são apenas algumas das vantagens dos sistemas de saúde baseados em nuvem. 

Na prática, o armazenamento em nuvem é um exemplo de como os resultados comerciais para profissionais de saúde e pacientes estão vinculados.

Com o armazenamento em nuvem, as organizações de saúde estão construindo suas infraestruturas de TI para serem mais flexíveis e escaláveis ​​para atender à crescente demanda de dados

Com incentivos baseados em valor para análise de dados e o aumento do número de dispositivos médicos conectados coletando dados constantemente, as organizações de saúde são desafiadas a armazenar dados clínicos de uma maneira que seja compatível com requisitos e legislações específicas ao segmento médico, a exemplo da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Tradicionalmente, as organizações de saúde evitavam o armazenamento de dados em nuvem em favor de opções no local devido ao controle que os administradores de TI têm sobre os datacenters físicos. 

No entanto, recentemente, as entidades estão mais propensas a implementar o armazenamento em nuvem em sua infraestrutura de TI até certo ponto devido aos custos de manutenção reduzidos e à conformidade com diversos requisitos ligados à saúde.

As opções de armazenamento de dados em nuvem oferecem um ambiente flexível e escalável a um custo menor do que as implantações no local, o que é atraente para entidades cobertas. 

As instituições de saúde que exploram a análise de dados esperam que seus requisitos de armazenamento aumentem constantemente à medida que a Internet das Coisas (IoT) e os dispositivos móveis coletam dados que precisam ser armazenados.

Os benefícios do armazenamento em nuvem para hospitais e outras instituições de saúde

As plataformas de nuvem oferecem melhor infraestrutura e serviços do que sistemas de armazenamento individuais no local configurados por instalações de saúde. Com a computação em nuvem, os hospitais não precisam comprar hardware e software de armazenamento de dados. 

Além disso, não há cobranças iniciais associadas ao armazenamento em nuvem. Você precisa pagar apenas pelos recursos que considera viáveis ​​para o seu trabalho, o que resulta em uma enorme economia de custos, além de outros benefícios importantes relacionados às atividades operacionais das instituições de saúde.

  • Fácil acesso a informações de pacientes através de prontuários médicos eletrônicos

O armazenamento em nuvem permite o acesso rápido e fácil de informações médicas importantes, vital para o diagnóstico, tratamento e cuidados contínuos dos pacientes. 

O upload de registros de saúde, assim como o histórico do paciente, imagens e resultados de testes e outros diagnósticos na nuvem significa que membros da equipe de atendimento médico sempre podem agir com base em informações atualizadas.

  • Disponibilidade limitada e baseada em funções de informações confidenciais de saúde

A computação e armazenamento em nuvem facilita o acesso autorizado a informações privilegiadas. Por exemplo, partes específicas dos dados financeiros de um paciente, como seu histórico de cobrança, podem não estar disponíveis para os prestadores de cuidados da linha de frente. 

Da mesma forma, detalhes de condições médicas e tratamento podem ser bloqueados pela equipe de back-office que não precisa desses detalhes para fazer seu trabalho.

  • O armazenamento em nuvem permite a integração com vários aplicativos, sistemas de terceiros

Os dados médicos baseados em armazenamento em nuvem estão disponíveis para qualquer pessoa ou aplicativo que tenha uma necessidade comprovada de visualizar e agir de acordo com as informações. 

Isso torna mais fácil para software e sistemas de terceiros upstream e downstream revisar e fazer alterações em registros de saúde eletrônicos ou informações médicas. Por exemplo, um farmacêutico pode examinar as prescrições de um paciente para garantir que não haja interações medicamentosas não planejadas. 

Alternativamente, um médico de família pode facilmente transferir o histórico médico de seu paciente para um especialista visando diagnóstico e plano de tratamento mais otimizado às condições médicas.

  • Colaboração e transferência mais fáceis entre equipes de saúde e provedores

O erro médico ainda é uma das maiores ameaças ao bom atendimento ao paciente. Com o armazenamento em nuvem, os dados são atualizados em tempo real, o que significa que médicos e outros profissionais ligados à saúde sempre têm as informações mais recentes para entender e colaborar nas opções de tratamento. 

Da mesma forma, se houver uma transferência entre as equipes de saúde durante uma mudança de turno ou um paciente for transferido para um novo provedor, todos terão acesso ao histórico mais recente do paciente para melhor continuidade do atendimento.

  • IA baseada em nuvem e análise para identificar tendências e melhorias

O aprendizado de máquina e a inteligência artificial  (IA) ajudarão a otimizar o diagnóstico em todo o setor de saúde. Dados de pacientes podem ser usados ​​para previsão, modelagem de doenças e otimização dos resultados do tratamento. 

Além disso, análises profundas podem identificar tendências para pesquisas adicionais, desenvolvimento de novos medicamentos ou métodos alternativos de diagnóstico.

  • Backup contínuo de informações importantes sobre assistência médica

O armazenamento em nuvem fornece backup em tempo real de dados de saúde . Em caso de falha de hardware, perda de energia ou violação de dados, os provedores de assistência médica podem restaurar dados de forma rápida e fácil para o mínimo de interrupção ou interrupção no atendimento ao paciente. 

Há muitos tipos de backup disponíveis, incluindo instantâneos de dados, backups iterativos ou backups ao vivo para failover imediato.

 

 

A mudança para o armazenamento em nuvem faz total sentido para muitas organizações de saúde

Uma combinação de autorização e validação adequada, combinada com acesso rápido a registros eletrônicos de saúde, significa que as informações corretas do paciente estão disponíveis para os provedores certos, no momento certo. 

Da mesma forma, as integrações de dados de saúde tornam mais fácil para os laboratórios atualizar os resultados dos testes e para sistemas integrados para auxiliar no diagnóstico e tratamento. 

Do ponto de vista do setor, conjuntos de dados maiores, combinados com maior poder de computação, ajudam na pesquisa e no desenvolvimento da área de saúde. Organizações individuais terão melhor controle de custos e a garantia de backups de dados.

Ao colocar os dados para trabalhar melhorando os resultados dos pacientes, simplificando e acelerando o acesso a dados clínicos críticos e executando qualquer aplicativo no local ou na nuvem, o armazenamento em nuvem libera o poder da computação em nuvem na área da saúde, oferecendo desempenho, confiabilidade, eficiência e a proteção que o exigente ambiente de saúde de hoje exige.

A integração do Madics Sign ao armazenamento em nuvem ajuda na proteção de documentos hospitalares, contribuindo com sua longevidade, pois os documentos relacionados aos pacientes são assinados e armazenados digitalmente.

Oferecida pela E-VAL Saúde, O MADICS Sign é uma solução de assinatura eletrônica e proteção de dados integrada ao prontuário eletrônico do paciente (PEP) que ajuda os hospitais a eliminarem papel em seus processos médicos e no uso da receita digital e atestados médicos. 

O MADICS Sign é a maneira mais fácil de eliminar o papel do hospital, melhorando a colaboração entre os médicos, enfermeiros e equipe multi, criando uma experiência incrível.

Considerada a solução mais indicada para eliminação do registro impresso do prontuário, o MADICS Sign se apoia na legislação vigente sobre a validade jurídica de documentos eletrônicos assinados digitalmente e nas resoluções que regulamentam a infraestrutura de certificação digital brasileira e o uso de certificados digitais no setor da Saúde. ​

A solução permite a autenticação do usuário integrada ao sistema de prontuário. O hospital ou seu representante chancelam digitalmente o registro do prontuário e o registro de autenticação do profissional de saúde, garantindo a inalterabilidade do prontuário e autenticação, gerando uma evidência verificável por terceiros.​

Além disso, o MADICS Sign é um sistema híbrido que mantém a assinatura digital ICP-Brasil, transparente para o sistema de prontuário e operação.​ O hospital poderá manter parte dos usuários assinando digitalmente de acordo com sua avaliação, garantindo assim a segurança e proteção de dados.

Quanto tempo sua equipe está perdendo manuseando documentos em papel? Para muitos hospitais, a resposta é: “Não sabemos”.

Embora tenha havido uma mudança nos últimos anos em direção à digitalização de processos de saúde, como o uso de formulários de entrada online simples ou a implementação de sistemas como o prontuário eletrônico do paciente (PEP), muitas práticas ainda lutam com fluxos de trabalho em papel.

Isso pode incluir documentação em papel sendo passada fisicamente entre os membros da equipe, ou mesmo soluções de software não automatizadas, como o envio de um arquivo Excel por e-mail, por exemplo.

Muitos desses processos podem (e devem) ser digitalizados e automatizados, se não por uma questão de conveniência, mas por um outro motivo importante: o custo.

Os sistemas de fluxo de trabalho baseados em papel podem custar à sua clínica milhares de Reais anualmente, mesmo sem você saber.

Nos EUA, por exemplo, o uso de formulários em papel custa US $ 120 bilhões por ano.

Para as clínicas, a maior parte dos resíduos de papel vem de arquivos de pacientes, formulários de admissão e outros processos de papel relacionados ao atendimento ao paciente, bem como ao trabalho administrativo.

Embora, na prática, o PEP tenha mitigado algum desperdício de papel nas clínicas, isso simplesmente não foi suficiente.

Na verdade, espera- se que a demanda por papel dobre antes de 2030.

Forneça experiências de assinatura excepcionais e agilize assinatura de prontuário com MADICS Sign

É a maneira mais fácil de automatizar fluxos de trabalho de PEP. Use o MADICS Sign e elimine uma boa quantia de papel e dor de cabeça.

E-VAL Saúde, uma empresa do Grupo E-VAL

A E-VAL Saúde é uma empresa especializada em certificação digital, segurança da informação com foco em assinatura digital, autenticação e proteção de dados, em especial para assinatura digital de prontuários eletrônicos do paciente, gerenciamento eletrônico de documentos e demais documentos de seu hospital, operadora, laboratório ou clínica. A E-VAL Saúde tem mais de 10 anos de experiência no mercado da saúde.

Fale conosco, os especialistas da E-VAL Saúde terão o maior prazer em atendê-los, contribuindo para o desenvolvimento dos seus projetos e a melhoria contínua da segurança do seu hospital, operadora, laboratório ou clínica.

Até breve!