Segurança Digital

À medida que cresce a adoção da computação de borda na área da saúde, crescem também as necessidades de segurança

Espera-se que o mercado global de dispositivos médicos conectados à Internet das Coisas (IoT) ultrapasse US$ 500 bilhões até 2025, de acordo com o relatório da Grand View Research, o que provavelmente causará uma grande mudança de paradigma na TI de saúde, a exemplo do uso da computação de borda.

Mas a análise de dados à distância apresenta vários riscos, incluindo problemas relacionados à largura de banda, confiabilidade e latência da rede que podem afetar negativamente os resultados de saúde quando os segundos contam. 

Para lidar com essas preocupações, as organizações de saúde com visão de futuro estão adotando a computação de borda (Edge Computing), na qual os dados são analisados ​​e processados no ponto de coleta ou em um sistema próximo situado entre o dispositivo conectado e a extremidade da rede.

O principal benefício da computação de borda é a capacidade dos dispositivos de calcular, processar e analisar dados com o mesmo nível de qualidade dos dados analisados ​​na nuvem, mas sem latência. Isso diminuirá custos, aumentará a eficiência e melhorará a experiência do paciente, aproximando-nos um passo do atendimento autônomo em vez de meramente automatizado.

O que está impulsionando com a adoção da computação de borda pelo setor de saúde?

Além dos avanços relacionados ao processamento e análise de dados, a computação de borda apresenta pelo menos três outras grandes vantagens. O primeiro será aliviar a carga de trabalho dos médicos, removendo tarefas menos importantes, como coletar e gerenciar dados de pacientes. 

A segunda será tornar os cuidados de saúde mais baratos e acessíveis, especialmente para áreas remotas onde os cuidados médicos ficam para trás. Um caminhão equipado com dispositivos de computação de ponta, por exemplo, pode visitar vilarejos isolados e fornecer assistência médica avançada conectando moradores a serviços de telemedicina.

O terceiro benefício será estimular o avanço da tecnologia médica. Como todos sabemos, na era do Big Data, mais dados equivalem a mais oportunidades. A computação de borda facilitará o gerenciamento e rotulagem de dados de maneira uniforme e eficiente e facilitará o compartilhamento de dados com segurança pelos colegas. 

Isso permitirá o desenvolvimento de tecnologia, permitindo que os pesquisadores extraiam dados que não estavam disponíveis no passado.

Edge Computing é ainda mais útil para dispositivos cujos dados devem ser acionados imediatamente porque não há tempo para serem carregados na nuvem. Um exemplo seriam os sensores de unidade de terapia intensiva que requerem análise instantânea de dados e execução de comandos. 

À medida que os sensores se tornam mais sofisticados, veremos um controle de circuito fechado semelhante de dispositivos que monitoram os níveis de insulina, respiração, atividade neurológica, ritmos cardíacos e funções gastrointestinais.

Os serviços médicos de emergência são um cenário potencial que pode alavancar a computação de borda no local. Mesmo com conexão 4G, a conectividade em muitas cidades nem sempre é confiável. 

Ao habilitar a computação de borda, dados cruciais podem ser transmitidos da ambulância para o hospital em tempo real, economizando tempo e equipando as equipes do departamento de emergência com o conhecimento necessário para salvar vidas.

Segurança é um dos maiores desafios para a implementação da computação de borda em hospitais e outras instituições de saúde

Uma barreira importante na implementação da computação de borda em hospitais e outras instituições de saúde é garantir que haja largura de banda suficiente, o que exigirá a implementação generalizada de redes sem fio 5G

Outros grandes desafios incluem a segurança de dispositivos médicos, a interoperabilidade com registros eletrônicos de saúde e a adoção de IA. Destes, o desafio mais urgente gira em torno da segurança cibernética, enquanto o mais caro será obter largura de banda suficiente.

Os sistemas de computação de borda tendem a ser mais seguros do que a computação em nuvem, porque os dados não viajam muito longe de onde serão usados, geralmente a poucos metros. 

A arquitetura de borda distribuída também é menos propensa a falhas maciças em todo o sistema do que um sistema de computação em nuvem controlado centralmente e é menos dispendioso porque não requer grandes investimentos em infraestrutura de armazenamento e transmissão de dados. 

Na prática, a computação de borda é responsável por manter a latência da rede e preservar a privacidade dos dados do paciente. Essa camada de computação de borda lida com a privacidade dos dados do paciente com a ajuda da criptografia. O mecanismo de controle de acesso também é implementado para restringir o acesso não autorizado aos dados do paciente armazenados remotamente.

A implementação, desempenho e análise de segurança da computação de borda mostram alta segurança, baixa latência, baixo tempo de transferência, menor consumo de energia em comparação com uma abordagem tradicional utilizada por hospitais e outras instituições de saúde.

A adoção generalizada de dispositivos IoT de saúde e computação de borda tornará os cidadãos mais conscientes de seu estado de saúde

Também disponibilizará recursos avançados de saúde em áreas remotas por meio de telemedicina. A capacidade dos profissionais de saúde de manter o controle regular de seus pacientes reduzirá significativamente a taxa de reinternação. 

Como a computação de borda e o aprendizado de máquina são capazes de pré-processar dados e gerar análises significativas em tempo real, os profissionais de saúde gastarão menos tempo coletando e analisando dados e mais tempo cuidando de seus pacientes.

A solução CipherTrust Data Security Platform é um importante recurso de tecnologia que pode ser associado ao uso da computação de borda, ampliando ainda mais a segurança e proteção de dados. 

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, a CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografa dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques mais maliciosos.

 

 

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection 

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

Fornece serviços de mascaramento de dados estáticos para remover informações confidenciais de bancos de dados de produção, para que as questões de conformidade e segurança sejam aliviadas ao compartilhar um banco de informações com terceiros para análise, teste ou outro processamento.

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager 

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as instituições de saúde protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Ela simplifica a segurança dos dados, melhora a eficiência operacional e acelera o tempo de conformidade. Independentemente de onde seus dados residem.

A plataforma CipherTrust garante que seus dados estejam seguros, com uma ampla gama de produtos e soluções comprovados e líderes de mercado para implantação em data centers, ou aqueles gerenciados por provedores de serviços em nuvem (CSPs) ou provedores de serviços gerenciados (MSPs), ou como um serviço baseado em nuvem gerenciado pela Thales, empresa líder no segmento de segurança.

Portfólio de ferramenta que garante a proteção de dados em uma estrutura de computação de borda

Com os produtos de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform, sua instituição de saúde pode:

Reforçar a segurança e a conformidade com o uso da computação de borda

Os produtos e soluções de proteção de dados CipherTrust abordam as demandas de uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo a identificação eletrônica, autenticação e confiança, Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS), Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), entre outros requisitos de conformidade.

Otimiza a eficiência da equipe e dos recursos

CipherTrust Data Security Platform oferece o mais amplo suporte para casos de uso de segurança de dados no setor, com produtos desenvolvidos para trabalhar em conjunto, uma linha única para suporte global, um histórico comprovado de proteção contra ameaças em evolução e o maior ecossistema de parcerias de segurança de dados do setor. 

Com foco na facilidade de uso, APIs para automação e gerenciamento responsivo, a solução CipherTrust Data Security Platform garante que suas equipes possam implementar, proteger e monitorar rapidamente a proteção do seu negócio. 

Além disso, serviços profissionais e parceiros estão disponíveis para design, implementação e assistência de treinamento para garantir rapidez e confiabilidade em implementações com o mínimo de tempo de sua equipe.

Reduz o custo total de propriedade

O portfólio de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform oferece um amplo conjunto de produtos e soluções de segurança de dados que podem ser facilmente dimensionados, expandidos para novos casos de uso e têm um histórico comprovado de proteção de tecnologias novas e tradicionais. 

Com o CipherTrust Data Security Platform, as instituições de saúde podem preparar seus investimentos para o futuro enquanto reduz custos operacionais e despesas de capital.

E-VAL Saúde, uma empresa do Grupo E-VAL

A E-VAL Saúde é uma empresa especializada em certificação digital, segurança da informação com foco em assinatura digital, autenticação e proteção de dados, em especial para assinatura digital de prontuários eletrônicos do paciente, gerenciamento eletrônico de documentos e demais documentos de seu hospital, operadora, laboratório ou clínica. A E-VAL Saúde tem mais de 10 anos de experiência no mercado da saúde.

Fale conosco, os especialistas da E-VAL Saúde terão o maior prazer em atendê-los, contribuindo para o desenvolvimento dos seus projetos e a melhoria contínua da segurança do seu hospital, operadora, laboratório ou clínica.

Até breve!